Review: “The Heroes’ Journey” – com Spoilers!

Olá Padalovers!!! Poxa, Que Saudade! Como estão todos? Espero que Bem! Faz um bom tempo que não passo por aqui, mas voltando com toda alegria do mundo para mais uma review do nosso Blog! The Heroes’ Journey é aquele episódio que lhe traz sentimentos de gratidão por essa série! Ele é cheio de homenagens a bons personagens que passaram por todos esses anos , e que merecia um desfecho especial!

“Se continuarmos com essa má sorte, jamais ganharemos na loteria!”

A cena de abertura nos lembra bastante as famosas lutas de MMA (principalmente as antigas da era Gracie na cidade de NY, que deu origem ao campeonato de arte marciais de lutas mistas mais famoso do mundo , o UFC) , da qual, logo lembrei da cena de introdução de Wolverine no X- Men de Bryan Singer. Porém, o que vemos são partes de uma carnificina gratuita predominando nesta cena, e talvez, por isso, a edição do episódio tenha colocado como música de fundo “Declaire de Lune” do Compositor Francês Claude Debussy para amenizar a brutalidade dos ângulos. Monstros se enfrentando até a morte por motivos que saberemos em breve…É nesta primeira parte do episódio que descobrimos duas coisas: Que os Winchesters estão em uma maré de Má sorte e que Garth está de volta! (Amo ele! Amo o personagem e todo o seu carisma!) Garth pede ajuda aos garotos pois o seu cunhado (lembra que ele agora é um bom pai e casado?) foi encontrado quase morto e desacordado, provavelmente ferido por um Espectro (outro tipo de monstro) o que nos faz questionar o porque existem rivalidades entre essas duas espécies de criaturas! As cenas a seguir são pura diversão com direito a Sam Gigante chorando por causa de um chá “inofensivo” e Dean indo pela primeira vez ao Dentista. Notem na cena musical em preto e branco que Jensen Ackles sapateia com maestria !

Jensen Ackles e DJ Qualls

Não demora muito para Garth perceber que algo estava errado com os rapazes. Garth pergunta quem os Winchesters irritou , e Sam responde : “Deus?!” Ele é o primeiro a questionar que os meninos foram abandonados pela sorte, e que agora terão que enfrentar a dura realidade de serem normais! Brad , o irmão de Bess desperta e afirma que sabia que o Espectro atacou ele e que ele entrou nessa por dinheiro! Nesta cena , partes dos diálogos são feitos para rir! Aliás , este episódio tem um excelente timing para comédia! Brad, não só confirma o tipo de “briga de galo” que se meteu, como entrega aos caçadores o endereço do ringue. O local, uma fábrica cheias de galpões que parece está abandonada, transmitindo a sensação de claustrofobia em só de pensar e estar lá! Como a sorte não está do lado dos meninos, eles são pegos e obrigados a fazer parte do “Campeonato”.

Uma família feliz, sem o Dean!

“Winchester x Maul”, essa luta eu garanto que milhares de seres monstruosos vai querer assistir! (Mas os Hunters não!). Garth realmente é a grande estrela deste episódio. Ele vai lá, entra na fábrica , salva a vida dos Caçadores, explode todo mundo (literalmente!) e mata Maul, dá única maneira possível! kkkk . Neste terceiro ato do episódio, a jogada das câmeras focando no personagem de D.J.Qualls fez toda a diferença! A pegada cômica tomou conta deste episódio, não só nas falas , mas também , nas cenas de luta , mostrando que de forma até canastrona , o elenco de Supernatural faz muito bem o papel!

“Oh Não! Fomos Gartheados!”

“The Heroes’ Journey” é a prova de que, quando os roteiristas querem fazer o trabalho bem feito , eles põem as mãos na massa! O enredo é simples, mas com uma excelente homenagem a este personagem que de monstro não tem nada ! Garth, sentiremos saudades! Eu fui Gartheada para sempre! S2