Depoimento: Lu Alves

Depoimento: Lu Alves

“Eu lembro exatamente a data em que eu fui diagnosticada com depressão. Dia

23 de setembro de 2015, quando tive uma crise muito séria no lugar em que eu

trabalhava e eu já estava com suspeita, já estava tomando alguns remédios, tinha

conversado com uma outra médica e tinha coincidido. E eu me consultei com um

psiquiatra e ele me diagnosticou com depressão e transtorno de ansiedade. E, a

partir de então, começou uma luta muito séria na minha vida. Aquele foi o

primeiro ano que eu fui na CCXP e conseguir chegar até lá foi uma luta e até hoje

tem sido uma luta diária. E foi nesta época que eu conheci a campanha, mas não

cheguei a me aprofundar nela. Pouco tempo depois, eu soube que o Jared passou

e passa pela mesma situação e que ele utiliza essa campanha para ajudar muita

gente, e que para mim é muito importante, o Always Keep Fighting. Continue

Sempre Lutando, porque é isso que uma pessoa com depressão repete para si

mesma, e eu passei a repetir isso na minha mente todos os dias, principalmente

quando acordava mal, agora nos últimos tempos, devido a alguns problemas

pessoais, eu sempre repeti. E eu sempre quis fazer uma tatuagem e antes eu

sempre cogitava fazer o nome da Selene (minha filha). Mas depois que eu passei

por essa depressão, eu decidi que a primeira tatuagem que eu iria fazer seria o

Always Keep Fighting porque eu queria ter isso mim para todos os dias, mesmo

quando eu não conseguisse colocar isso na minha mente, que eu tivesse como

ver e isso me desse força para continuar lutando. Graças ao Jared, graças à essa

campanha e agora à essa tatuagem que está em mim, todos os dias eu olho para

ela e eu sei que eu tenho que continuar lutando, lutando diariamente contra a

depressão e ela vai me dar incentivo para que eu consiga, principalmente nos

dias mais ruins.” – Lu Alves

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *