Supernatural deve voltar ainda este ano na CW!
Notícias Supernatural

A CW anunciou quinta-feira o que normalmente seria considerado seu cronograma de outono, exceto que a programação no final deste ano foi amplamente eliminada, devido à interrupção das produções devido ao coronavírus. Em vez disso, o início oficial da rede está sendo planejado para janeiro. A única outra rede de transmissão que revelou seus planos até agora foi a Fox.

“É claro que, para as séries de scripts originais, ainda não temos um retorno exato da produção”, disse o CEO e presidente da CW, Mark Pedowitz, a repórteres. “Estamos adotando essa estratégia para dar aos produtores e estúdios tempo suficiente para voltar a funcionar da melhor e mais segura maneira possível. Estratégia e protocolos ainda estão sendo desenvolvidos. O que outras emissoras fazem depende deles. Para a CW, este é certo para nós “.

Apenas os episódios finais de Supernatural ainda estão planejados para ir ao ar no outono (sem data ainda definida). A rede tem cinco episódios da longa série favorita dos fãs, com mais dois pela frente, e espera que seja capaz de terminar esses episódios finais a tempo de ir ao ar neste outono (setembro a dezembro).

“Jared e Jensen [Ackles] vão voltar para terminar os dois últimos e depois Jared vai trabalhar em Walker”, disse Pedowitz. “Esperamos que eles comecem a filmar [Supernatural] no final do verão. Se não, seremos flexíveis em nossa programação. Todos queremos terminar a temporada 15 da maneira certa. É importante que esses dois episódios sejam realizados da maneira eles esperam fazê-los. Se não, vamos esperar. “

Fonte.

Elenco de SPNT agradece aos verdadeiros heróis durante pandemia
Notícias Redes Sociais Supernatural Video

O perfil oficial de Supernatural divulgou hoje em suas redes sociais um vídeo de Jared Padalecki, Misha Collins e Jensen Ackles agradecendo a todos os verdadeiros heróis por seu serviço e sacrifício durante a pandemia do Coronavírus. ♥

Documentário ‘I Chose Life: Stories of Suicide & Survival’ estreia em Maio!
I Chose Life Notícias Video

O documentário ‘I Chose Life: Stories of Suicide & Survival’, com participação de Jared Padalecki ganhou finalmente sua data de estreia! Anotem aí: O filme estará disponível no site I CHOSE LIFE no dia 7 de maio às 17:00 (no horário de Brasília) com uma exibição de estréia on-line com perguntas e respostas com o diretor Jacqui Blue e T.O.N.E-z, juntamente com filmagens de bônus e um brinde no valor de US $ 20. Os ingressos para o evento de estreia já estão disponíveis. Atualmente, os ingressos estão custando US $ 9,99 + taxa de serviço e impostos até 1º de maio. Após essa data, os ingressos serão US $ 11,99 + taxa de serviço e impostos. Em 8 de maio, o documentário estará disponível para aluguel ou compra no site oficial.

A produção do documentário de Jacqui Blue começou em março de 2015, no mesmo mês em que Jared Padalecki lançou sua campanha “Always Keep Fighting”. Confira abaixo os trechos já divulgados que foram legendados por nossa equipe:

Fonte.

Genevieve Padalecki lança campanha na luta contra o COVID-19
Apoio Genevieve Notícias

Genevieve lançou hoje uma campanha de agradecimento aos fãs de Supernatural que a receberam tão bem na série anos atrás. Todo o valor arrecado com a camisa da campanha será destinado a instituições que lutam contra o Coronavírus.

Tradução: “Onze anos atrás, vocês me receberam na #SPNFamily. Do fundo do meu coração eu só quero dizer ILY (Eu Te Amo)! 100% dos lucros desta camisa ajudarão a apoiar os esforços de ajuda ao #COVID-19. Nós conseguiremos! ShopStands.com

Fotos Promocionais: SPNT 15.14 – Last Holiday
Galeria Notícias Spoilers Supernatural

O site EW divulgou com exclusividade fotos promocionais do próximo episódio inédito de Supernatural, 15.14 “Last Holiday”. O episódio ainda não tem data para ir ao ar na CW e Warner Channel Brasil. Confira as fotos em nossa galeria (Contém SPOILER!):


Confira todas as imagens deste álbum

Obs: A EW não deixou claro se todas as fotos divulgadas são do episódio 15.14. É possível que haja fotos de próximos episódios, como o 15.15 e/ou 15.16. Atualizaremos o site assim que tivermos a informação.

Fotos, vídeos e tradução: Supernatural é capa da EW de Maio!
Destaque Entrevista Magazine Notícias Supernatural Video

A revista Entertainment Weekly dedicou a edição de Maio para a série Supernatural trazendo uma entrevista e um novo ensaio fotográfico com Jared Padalecki, Misha Collins e Jensen Ackles! Confira em nossa galeria as fotos em HQ:


Confira todas as imagens deste álbum

Fotos dos bastidores do ensaio fotográfico:


Confira todas as imagens deste álbum

A EW divulgou também vídeos do ensaio:

Confira a matéria da revista traduzida abaixo por nossa equipe:

“Nós só temos uma chance disso.” Sam e Dean Winchester estão cercados. Os irmãos caçadores de monstros estão de pé na beira de um penhasco. Eles olham para Castiel, seu irmão de armas – ou são asas? – mas mesmo ele não pode ajudar. Um movimento na direção errada pode estragar tudo. Depois de anos lutando contra demônios, enfrentando o próprio Satanás e salvando o mundo várias vezes, eles novamente se encontram em uma posição de ter que atuar sob pressão. Mas essa situação é diferente de tudo que eles já lidaram antes. Todos os olhos estão neles, pois têm uma chance … de obter a foto perfeita.

É um dia quente e seco de agosto em Malibu – quando as pessoas ainda podem se reunir do lado de fora – enquanto as estrelas de Supernatural Jensen Ackles, Jared Padalecki e Misha Collins se preparam para a sessão de fotos final de cobertura da Entertainment Weekly. Com uma garrafa de champanhe em cada uma das mãos, Ackles lembra mais uma vez que eles têm “uma chance” de fazer isso direito. Mas se seus personagens podem suportar o peso do mundo, certamente esses três podem lidar com uma foto.

A imersão em champanhe deve ser uma celebração de 15 anos, de fazer história na televisão. Supernatural, a história de dois irmãos destinados a salvar o mundo, é o gênero mais antigo da história da televisão americana. (Tão antiga, as três primeiras temporadas foram filmadas em filme.) O que começou como uma história ruim, vivendo seus primeiros anos à beira do cancelamento, tornou-se uma instituição, um marco ao qual outros programas aspiram. Supernatural não apenas sobreviveu à mudança da The WB para a CW após sua primeira temporada – agora é o último show da WB em pé – mas se tornou a espinha dorsal da agora bem-sucedida rede CW. Ao longo dos anos, a série de ficção científica foi ao ar todas as noites da semana, ajudando a lançar shows, incluindo ‘Arrow’ e ‘The Vampire Diaries’. A rede mudou a última vez, mais recentemente, para as segundas-feiras, para ajudar ‘Roswell, New Mexico’, a expandir seu público. “Supernatural é um elo importante para muitos dos programas que construímos com sucesso no mercado”, diz o presidente e CEO da CW, Mark Pedowitz. “Quase todos os nossos shows tiveram isso como uma saída ou uma entrada”.

E para pensar, tudo começou como uma promessa de trazer terror à televisão. Depois que o criador de Supernatural, Eric Kripke, terminou de trabalhar com a Warner Bros. na série Tarzan de 2003, ele lançou a ideia de um repórter que viaja à caça de lendas urbanas. Como ele diz, foi um roubo de ‘Kolchak e os demônios da noite’. Mas quando ele percebeu que a história se beneficiaria de ter irmãos em sua essência, ele começou a escrever. “Na época, ‘O Chamado’ e ‘O Grito’ foram grandes sucessos nos cinemas”, lembra Kripke. “Dissemos: ‘Vamos aproveitar essa experiência e colocá-la na TV’, e o objetivo inicial era assustador”. Depois que a Warner Bros. transmitiu seu primeiro rascunho, o que ele chama de “tenso”, Kripke teve que reavaliar o tipo de programa que estava criando. “Cancelei todos os meus planos de Natal e escrevi o segundo rascunho em três semanas”, diz ele. “Foi quando o show ganhou senso de humor, porque eu estava trancado sozinho, nas férias de inverno, no meu escritório. Não consegui fazer nada divertido, então comecei a me divertir. “

O show ainda era assustador, mas também divertido e, ao longo dos anos, continuaria a evoluir. Claro, você poderia dizer que é um pouco de Arquivo X – em seus primeiros dias, o programa costumava usar a linha “O Arquivo X encontra a Rota 66” – e havia influências definitivas de Guerra nas Estrelas (Sam e Dean eram originalmente baseados em Luke Skywalker e Han Solo). Mas nenhuma combinação de cultura pop descreverá perfeitamente Supernatural porque o programa conseguiu fazer algo extraordinariamente raro na era do pico da TV, onde o público está tão sobrecarregado com o conteúdo que uma ideia original parece estranha: Criou uma experiência verdadeiramente única.

Para começar, é um programa sobre dois caras de colarinho azul, amantes de cerveja e que usam flanela, do Kansas que, durante boa parte de suas vidas, viajaram de motel barato para motel barato, pagando gasolina e comida gordurosa de lanchonete com uma mistura de falsas cartões de crédito e dinheiro que ganhavam enganando pessoas na mesa de sinuca. “Quase toda a televisão é sobre pessoas ricas ou, no mínimo, pessoas de classe média”, diz o co-showrunner Andrew Dabb. “O fato de termos adotado essa abordagem de colarinho azul do centro-oeste desse gênero parece que estamos quebrando o molde”.

Mas a quebra de molde não parou por aí. Supernatural pode ter começado como um programa de terror com algumas falas sarcásticas, mas evoluiu para algumas das histórias mais ousadas, mais experimentais (e certamente mais estranhas) na tela pequena. “Somos uma série de grandes mudanças”, diz o co-showrunner Robert Singer. “Eu costumava dizer, com todas as ideias, ‘será um home run* ou eles vão nos cancelar’, mas todos os anos queríamos fazer algo realmente maluco.” E quando ele fala maluco, não estamos falando apenas sobre o episódio com o ursinho falante ou o assassino mirando em amigos imaginários. Esses são apenas alguns monstros comuns da semana. Estamos falando do episódio em preto e branco, filmado como um filme clássico de monstros de Hollywood ou o episódio que apresentou Chuck (Rob Benedict), um profeta – que mais tarde se revelou Deus – famoso por escrever uma série de livros chamada Supernatural, o que levou Sam e Dean a participar de uma convenção de fãs de Supernatural, enquanto o programa continuava a redefinir o que significava injetar uma série com meta humor. E a oscilação nunca parou. A 13ª temporada apresentou um crossover de Scooby-Doo quando Sam, Dean e Castiel em versões animadas resolveram um caso ao lado da gangue Mystery Inc. E na 14ª temporada, depois de dar a Deus uma irmã, o programa fez o Grande Homem seu vilão final. “Não acho que nenhuma ideia, exceto algumas preocupações de produção, tenha sido vista como louca demais”, diz Dabb. “Porque sabemos que nossos fãs são espertos e que seguem esses caras em qualquer lugar”.

Desde que cada episódio mostre Sam e Dean – e a ocasional conversa sincera no capô do Impala – o programa pode fazer praticamente qualquer coisa, que é outra razão pela qual Kripke teve que reescrever seu primeiro rascunho do piloto. Originalmente, Dean era o único irmão que sabia sobre monstros ao crescer, trazendo Sam mais tarde a essa vida. Não foi até Kripke descobrir que eles precisavam estar juntos nisso que a série se encaixou. Porque no final de tudo, eles são dois irmãos unidos pela perda de sua mãe e uma vida passada na estrada com um pai ausente. (Acontece que a mãe deles foi morta por um demônio e o pai os perseguiu.) A dinâmica familiar – a codependência irracional, como o anjo Zachariah (Kurt Fuller) uma vez chamou – é a parte mais importante do programa. “A primeira ideia que tivemos de algo especial foi feita no piloto”, diz Kripke. “Foi a cena na ponte em que Sam e Dean conversam sobre sua mãe. Foi a primeira vez que você realmente viu a química e a conexão deles como irmãos em plena exibição. Porque eu sempre disse que esse programa começa e termina se você acredita nessa relação de irmãos. ” Mas Sam e Dean não eram apenas o centro do programa. Por muitos anos, eles foram o show.

Supernatural nunca foi um drama conjunto. Nas primeiras 82 horas da série, Ackles e Padalecki foram os únicos frequentadores regulares da série – Katie Cassidy e Lauren Cohan se juntaram brevemente à terceira temporada, aparecendo em 12 episódios combinados. Mas Sam e Dean não estavam apenas em todos os episódios; eles ancoraram todos os episódios. (Eles pularam as leituras da mesa porque haveria apenas dois atores lá.) “Eu tive muitos momentos de não apenas questionar: ‘Posso continuar com isso?’, mas uma resposta de ‘Não posso continuar com isso’”, Padalecki, 37, que falou sobre sua luta nas primeiras temporadas, diz. “Peguei emprestado força de Jensen.” Mas mesmo Ackles, 42 anos, admite que foi um trabalho difícil. “As temporadas de 23 episódios foram nove meses e meio de filmagens”, acrescenta ele. “Foi muito trabalho, mas eu sempre voltava a pensar: ‘ainda gosto, ainda gosto de contar a história, ainda gosto desses personagens e das pessoas com quem trabalho’ “.

Os caras não apenas permaneceram por aí, eles criaram a reputação de terem criado um dos sets mais quentes do mercado, com vários membros da equipe que permaneceram com a produção nas 15 temporadas. Tudo remonta a uma conversa que Kripke teve com suas estrelas durante as filmagens do segundo episódio da série. “Eu disse: ‘O show é sobre seus dois personagens, e com isso vem essa responsabilidade'”, diz Kripke. Padalecki se lembra da definição exata do que ele chama de “momento da caça à boa vontade”, um banco no Stanley Park, em Vancouver, onde filmam. Foi uma conversa que os dois atores levaram a sério. “Nós dois já estivemos em outros sets”, diz Ackles. “Sabíamos que queríamos aproveitar, nos divertir com nossa equipe; queríamos que eles gostassem de nós e que gostássemos deles e nos divertíssemos fazendo o que fazemos.” É uma atitude que Pedowitz espera que sangre em outros programas da CW, uma atitude que lançou uma tradição anual em que o presidente/CEO da CW leva seus novos elencos para jantar com os caras de Supernatural, uma chance para os veteranos compartilharem conselhos. “É sempre a situação mais lisonjeira”, diz Padalecki, lembrando um momento em que ele teve alguns anos com o falecido Luke Perry, que fazia parte do elenco de Riverdale. “Luke estava sentado ao meu lado e disse: ‘O que vocês fizeram e o que ouvimos sobre vocês, é muito legal estar associado a vocês de algum jeito, formato ou forma’”, lembra ele . “E eu fiquei sentado lá me beliscando.”

É um legado dos bastidores que talvez seja tão impressionante, se não mais, que o legado na tela. Collins, 45, que começou como estrela convidada e o primeiro anjo da série na quarta temporada, tornou-se o terceiro regular na série mais longo, e ele ainda se lembra de ter entrado no set no seu primeiro dia. “Quando você está participando de um programa como ator convidado, pode ser um pouco perturbador”, diz Collins. “Chegando a esse cenário, foi uma vibe imediatamente diferente. Pensar em trabalhar em outros programas no futuro, é algo que aspiro trazer comigo. ”

Uma reputação semelhante se estende também aos fãs. A #SPNFamily não é apenas um dos fandoms mais dedicados do mundo, mas também é conhecido por ser ótimo. (Poucos fãs de fandoms podem dizer que ajudaram a lançar uma rede de apoio à crise para seus colegas fãs.) Mas a dedicação deles não é apenas ver que torção maluca que Deus lança no Team Free Will em seguida. Graças a convenções de fãs e mídias sociais, os espectadores também investem na vida dos atores. Supernatural não é apenas sobre as palavras em uma página, é sobre os atores que as dizem. “Quando você lida com o gosto do público, há uma alquimia de ótimos roteiros, uma ótima ideia e a aproximação necessária”, diz Peter Roth, presidente do Warner Bros. Television Group. “Você precisa de estrelas que você quer na sua sala de estar.” E você precisa de estrelas que querem estar na sua sala de estar e que, mesmo depois de 15 anos, se importam tão profundamente que ficam emocionadas ao tirar fotos em Malibu.

“Serão oito longos meses”, declara Ackles. Parados naquela mesma borda, uma hora antes da dose de champanhe, Ackles, Padalecki e Collins se afastam de um abraço em grupo depois de começarem inesperadamente a chorar. Pode ser o cenário – com vista para o oceano – ou a ocasião: sua última sessão de fotos. Ou talvez seja o fato de eles estarem quase um mês filmando sua última temporada.

Foi uma pergunta feita às estrelas por anos: quanto tempo esse show continuará? Quanto tempo isso pode continuar? “Até minha mãe e meu pai estavam tipo ‘Quando você vai acabar com isso?'” Ackles diz com uma risada. Foi uma decisão que a rede e o estúdio finalmente colocaram nas mãos dos atores e foi uma conversa que eles estavam tendo há um tempo. Em 2016, Padalecki disse à EW: “Se não chegarmos ao episódio 300, acho que Ackles e eu estaremos verdadeiramente chateados”. Mas na temporada 14, eles atingiram o 300 … e depois continuaram. Enquanto filmavam o episódio 307, eles anunciaram que a 15ª temporada seria o fim, o que os levará a um total de 327 episódios quando tudo estiver dito e feito. “[Jared] e eu sempre fomos casados ​​com o fato de nunca querermos sair com uma versão dietética do que tínhamos”, diz Ackles. “Queríamos ter gasolina suficiente no tanque para nos fazer correr até a linha de chegada. Não queríamos mancar.” Padalecki se lembra do momento em que foi atingido – não com a decisão de encerrar o show, mas o contrário. “Tivemos aquele momento em que ele e eu percebemos que não queríamos que terminasse”, diz ele. “Chegou finalmente a um ponto, ironicamente, onde era como: ‘Eu nunca quero deixar isso. Eu poderia fazer isso até o dia em que morrer e, se tiver a escolha quando estiver morto, voltarei a fazer!’ Mas você nunca quer ser a última pessoa em uma festa. Nós apenas sabíamos. Isso não quer dizer que não tenha havido dúvidas, mas todos confiamos na decisão que foi tomada. “

A partir de julho de 2019, o elenco e a equipe retornaram a Vancouver para começar a filmar a temporada final, mas em março de 2020, com dois episódios restantes, foram enviados para casa. Durante anos, os fãs se perguntaram se alguma coisa poderia parar os Winchesters, e agora parece que temos a resposta: uma pandemia global. Como os sets foram fechados em meio a medidas de distanciamento social devido à disseminação do COVID-19, não demorou muito para os fãs começarem a conectar os pontos, compartilhando GIFs relevantes de episódios que apresentavam vírus, principalmente Chuck dizendo a Dean para guardar papel higiênico “como se fosse de ouro” antes do fim do mundo, na 5ª temporada ‘The End’. (Nós mencionamos que Supernatural também é meio psíquico? Em um episódio da 6ª temporada, Dean chama Sam de “Walker, Texas Ranger”, que por acaso é o papel que Padalecki fará após o fim de Supernatural.

Quando a produção parou, tudo parecia um pouco como se estivéssemos vivendo um episódio do programa, apenas esperando Sam e Dean chegarem na Baby, abrir aquelas portas barulhentas e nos salvar. Eles podem não ser capazes de fazer isso, mas o que acontece com os Winchesters é que eles nunca ficam quietos por muito tempo. Quando Supernatural for capaz de retomar a produção com segurança, eles farão. E embora haja apenas dois episódios para filmar, os fãs terão um total de sete horas invisíveis, incluindo o retorno de Charlie (Felicia Day) e uma mulher misteriosa que visita o bunker e, por algum motivo, dá a Sam e Dean todo os feriados que eles nunca comemoravam. “Ela faz o Natal para eles e Ação de Graças, festas de aniversário e tudo isso. É um episódio muito bom”, diz Singer, acrescentando: “Não sei quando vai ao ar”.

É isso aí – ninguém sabe, nem mesmo os caras que derrubaram o Yellow Eyes, pararam os Leviatãs, derrotaram a própria Morte e estão supostamente destinados a ser os mensageiros da destruição de Deus. Mas Sam e Dean sabem o valor de um bom plano B. “Obviamente, é uma situação terrivelmente infeliz em que estamos, mas o lado positivo é que ela nos dá a oportunidade de recarregar”, diz Ackles. “Acabamos de terminar o episódio 18, filmamos um dia do episódio 19, e eu estava lendo esses dois scripts de monstros pensando: ‘É como se estivéssemos no final de uma maratona e eles quisessem que corrêssemos nos últimos três quilômetros’. Sinto que isso quase nos dá a oportunidade de focar novamente nos dois últimos episódios e acertá-los com tudo o que conseguimos”. Porque quando eles voltarem ao set, rasparão suas barbas de quarentena e eles voltam aos sapatos de Sam e Dean pela última vez, eles têm uma chance de acabar com essa coisa… e estão determinados a não perder.

  • Home run: No beisebol, home run é uma rebatida na qual o rebatedor é capaz de circular todas as bases, terminando na casa base e anotando uma corrida, com nenhum erro cometido pelo time defensivo na jogada que resultou no batedor-corredor avançando bases extras.

Vídeo: Erros de gravação da 15ª temporada de SPNT!
Notícias Supernatural Video

Jared Padalecki foi ao Twitter ontem para compartilhar alguns erros de gravação da temporada 15. Sim, outtakes da temporada atual e final. “Por favor, assista imediatamente. Obrigado e de nada”, escreveu ele.

Screencaps: SPNT 15.13 – Destiny’s Child
Screencaps Supernatural Uncategorized

Confira todas as imagens deste álbum
Sinopse Oficial: SPNT 15.14 – Last Holiday
Notícias Spoilers Supernatural

A CW divulgou uma descrição oficial para o episódio inédito de Supernatural. Mais uma vez, não há muito o que revelar no que diz respeito aos spoilers. Confira:

Sinopse: Sam (Jared Padalecki) e Dean (Jensen Ackles) descobrem uma ninfa dos bosques (atriz convidada Meagan Fey) vivendo no bunker que está determinada a proteger sua família, a qualquer custo.

Eduardo Sanchez dirigiu o episódio, escrito por Jeremy Adams.

A data de exibição deste episódio foi adiada pela The CW e agora será substituído por dois episódios de “Whose Line Is It Anyway?” em 30 de março. Nenhum vídeo promocional do episódio foi divulgado ainda!

Fonte: ksitetv.com

Screencaps: SPNT 15.12 – Galaxy Brain
Screencaps Supernatural

Confira todas as imagens deste álbum
Feliz Aniversário, Thomas!
Notícias Thomas

Hoje nosso amado Tom está completando 8 anos! Desejamos a ele muitas felicidades e saúde! We love you Tom! ♥