Jared Padalecki Brasil Fansite

Atores de SPNT falam sobre futuro da série

Matéria do site Adoro Cinema.

O AdoroCinema conversou com toda equipe sobre o que vem por aí na 12ª temporada.

A décima segunda temporada de Supernatural, com estreia prevista para o dia 13 de outubro, nos Estados Unidos, pretende voltar às origens. Pelo menos é o que garante o produtor da série Robert Singer. Em entrevista ao AdoroCinema na última San Diego Comic-Con, ele falou: “Nós estamos tentando voltar às raízes: contar bons duelos com monstros e manter a trama sobre os irmãos, as reações deles às coisas e à jornada deles.” O produtor prometeu ainda um ano mais intimista, menos grandioso. “A trama principal não é tão épica quanto a do ano passado, não sei como você pode superar a grandiosidade de Deus e do fim do mundo, então as histórias serão um pouco mais pessoais desta vez”, disse.

Quem gostou desta nova pegada da produção foi Jared Padalecki, o Sam Winchester. “Eu sou muito fã de retornar às raízes, especialmente para um arco narrativo tão grande e tão importante. Eu costumo dizer que a quarta temporada é a minha favorita, eu sou suspeito para falar, eu conheci minha esposa naquela temporada, mas eu amo aquela história, aquele arco, aquele Sam, mas eu aceitei fazer parte dessa série por causa das raízes da série. Mesmo que muitas coisas aconteçam no piloto, o episódio ainda é sobre a família, sobre sacríficio, sobre amor, confiança, perdão e compreensão, tudo isso narrado neste contexto bizarro. É uma justaposição muito estranha, lidar com momentos familiares e com Lúcifer ao mesmo tempo, ou com fantasmas, mas isso é o que sempre me atraiu na série e o que me fez querer fazer parte dela. As pessoas me perguntam o que eu mais gosto de fazer, se é ação ou drama ou comédia, e eu sempre respondo “drama”, são essas as histórias que mais me interessam. Por isso, é bom poder voltar aos aspectos mais dramáticos e realistas da série nesta temporada”, afirmou o ator.

Quando fala em grande arco narrativo, o ator se refere ao retorno de Mary Winchester, a mãe de Sam e Dean, que estava morta desde o início da série. A personagem, que já havia aparecido em participações especiais, agora terá uma presença regular, sendo interpretada por Samantha Smith. “Então, minha personagem está viva, ela é trazida de volta à vida do momento em que morreu. Ela tem vinte e oito anos e agora os filhos dela são mais velhos que ela. Agora, ela terá que lidar com isso. Tudo mudou. A tecnologia avançou. Se passaram trinta e três anos e o mundo está completamente diferente de 1983. Os filhos dela estão adultos e foram criados de uma forma diferente do que ela gostaria. O marido está morto, os filhos ainda são monstros, ainda são caçadores… Tudo isso será complicado para ela. Ela se sente mais confortável caçando, então ela se reunirá com os filhos para caçar”, disse a atriz. Sobre a relação com Sam e Dean, Samantha destacou: “Uma mãe é sempre uma mãe, para ela não importa que ela não os tenha visto durante trinta anos, ela vai continuar dizendo o que pensa, dando seus comentários de mãe. É muito divertido ser a mãe dos personagens deles, eu sinto isso em mim. Sinto como se eu estivesse retornando para uma família de verdade. Eu não aparecia há uns cinco anos na série, mas todas as vezes em que apareci na última temporada, na décima primeira, foi assim.”

Questionado sobre como Dean reagirá ao fato de ter sua mãe de volta, Jensen Ackles afirmou: “Eu acho que com cautela por dois motivos. Primeiro porque ela é uma estranha para ele. Quero dizer, para ele, ela é só uma imagem, ele não a conhece como pessoa. Ele tinha quatro anos quando ela morreu. Então, o fato de que agora essa mulher está viva e presente fará com que ele tenha que se ajustar a esse cenário e à vulnerabilidade que nasce com isso. Durante muito tempo, o único jeito de realmente incomodar Dean era fazendo algo de ruim ao seu irmão. Agora, ele tem uma mãe que precisa proteger, isso o tornará um pouco mais vulnerável e, é claro que, na minha opinião, essa vulnerabilidade será usada contra ele.”

Além da presença da mãe, Misha Collins falou sobre sua participação como Lúcifer. “Eu estava nervoso por ter que substituir Mark Pellegrino, que fez um grande trabalho interpretando o personagem, mas sua intepretação também facilitou as coisas por outro lado porque ele definiu o personagem, me deu muitas coisas nas quais trabalhar. Foi divertido. Antes de filmar a primeira cena, eu fui até o apartamento de Mark e trabalhei na cena com ele. Foi uma trapaça. Eu trapaceei, foi assim que me preparei”, apontou o ator. Collins destacou ainda que considera mais difícil interpretar um personagem já estabelecido no universo da série. “Em alguns aspectos, é mais fácil porque algumas escolhas já foram feitas previamente, mas o fato de ter que imitar certos movimentos foi desafiador. Como o público já tinha uma ideia formada sobre o personagem, eu precisei me manter fiel a isso, o que fez com que eu tivesse que me esforçar mais. Eu gostei disso”, completou.

Sobre a importância de Castiel na próxima temporada, Collins disse: “Ele está muito irritado com Lúcifer, então no início da temporada ele está em um verdadeiro espírito de combate. Ele está com seus poderes completos e não vai fazer reféns. É bom. É como voltar ao Castiel da quarta temporada.”

Com 12 temporadas e sem previsão de fim, o AdoroCinema quis saber até quando iria a produção. “Se alguém tivesse me dito, durante a terceira ou a quarta temporada, que nós ficaríamos no ar durante doze anos, eu não teria acreditado. Eric Kripke [o criador da série] sempre disse que tinha um planejamento para cinco anos. Nós apenas fomos seguindo então só deus sabe onde vamos parar. A equipe ainda tem fôlego, todos chegam animados para trabalhar e enquanto nós conseguirmos manter a série se renovando, eu acho que nós seguiremos em frente. Na minha cabeça, eu já quis deixar a série três ou quatro vezes, mas sempre acabo voltando a ficar animado”, afirmou o produtor Robert Singer. Ja Jensen disse: “Eu acredito que ainda temos muitas histórias para contar e a cada história nova, tenho certeza que vocês verão novos lados de Dean e Sam.”